Capítulo final

Percebeu então que deveria fazer um caminho de volta, tinha que passar pelas mesmas ruas, mesmas esquinas para ver o que deixou despercebido. Enquanto caminhava para conhecer o outro lado da história, descobriu que talvez teria que refazer os passos muitas vezes, até abrir realmente os olhos para o que estava na sua frente.

Descobriu também que muitas coisas precisariam ficar para trás, para o bem da sua vida adiante. Outras deveriam ser esquecidas e algumas até ignoradas.

Andar pelas mesmas estradas pode ser muito difícil, mas olhar as coisas como elas são, não como gostaríamos que fosse, é um trabalho árduo, pois as vezes escondemos a verdade na cabeça e levamos uma ficção adiante.

A ficção foi criada para que consigamos enxergar a verdade. A fantasia é uma busca pelo real, não o contrário. Por isso, toda vez que se deparar com uma história, seja contada ou criada, leia as entrelinhas, busque o real, não o ideal.

20150317-IMG_2792-2

20150317-IMG_2796-2

Confira o meu trabalho na fotografia: where-thelight.tumblr.com

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

 

Já enxergou os olhos que têm?

20130814-20130814-IMG_1950
Segundo pessoas que passaram por minha vida, eu tenho olhos tristes. Eu gosto de pensar que tenho olhos pensativos.

Desde pequena eu olhava para o mundo de maneira fracionada. Era como se meus olhos fossem lentes de uma câmera. Eu me concentrava num objeto e observava até visualizar a cena por completo e depois escolher um ponto predileto.

Cresci desejando uma câmera. Toda vez que usava uma, sentia que poderia conquistar o mundo, o meu mundo, na maioria das vezes interior. Fotografar é uma liberdade dentro de uma fração. É a história que você quer contar, na palma de suas mãos, no alcance do seu olhar. É uma sensação sem igual.

Depois que consegui ter a minha própria câmera me descobri artista. Trabalhei na área e não desenvolvi paixão pelo estúdio, ou fotografar um evento, minha câmera é o meu momento.

Eu admiro e amo o trabalho de tantos fotógrafos, sou grata por eles viverem pela fotografia e trazer tanta história para o mundo nas suas imagens. Eu sou muito grata pela fotografia existir e cada relato nos transformar sentimentalmente, mentalmente ou até momentaneamente. Tudo tem seu valor, nada é descartável.

Hoje ainda olho para o mundo com aqueles olhos de criança, mas o olho amplamente, lá longe, bem perto, de lado, de todas as formas que eu me permitir. E se a gente não se permitir olhar pra tudo, como vamos escolher nossa fração?!

No Dia Mundial da Fotografia, eu agradeço pelas imagens, pelas câmeras, pelos fotógrafos, mas sobretudo, pelos olhos, que nos permitem enxergar o que a gente quiser, mas também nos mostra a verdade.

Obrigada Deus, pelos olhos que veem e os que não veem. Que todos nós possamos encontrar a nossa visão à própria maneira. Com compreensão e respeito.

Confira o meu trabalho na fotografia: where-thelight.tumblr.com

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

 

Um ano depois: O que é

Há um ano atrás eu fiz minha primeira exposição solo. Coloquei uma obra que causou um reboliço no recinto. Lembro de ter escutado “Um artista se colocar na exposição, isso é bem ousado.”, “Isso é um grito de guerra”, e até “Essa é minha peça predileta.”.

‘O Verbo’ foi o nome da exposição, com isso, cada obra representava uma ação. Misturei literatura e arte e me inseri na exposição, pois a história, tratava-se de uma caminhada, aí eu criei essa obra como uma representação de desconstrução/ reconstrução, depende de como você olha.

O ser humano não é uma linha contínua, não pode ser. Desde o nascimento nós somos descobertas, aprendizados. Aí o rumo que vamos seguir vai depender das sensações, sentimentos e observações. E na verdade, cada um é cada um.

‘Que é’ é a possibilidade, o caminho. Com tombos e vitórias. Olhar pra dentro.

_MG_3097

Quer saber como uma foto sua ficaria desconstruída? Estou aceitando encomendas de produções como esta. Me chama lá no email contato@tavaresjessica.com e conversamos mais sobre isso. Aguardo você!

Confira mais desenhos: tavaresjessica.tumblr.com

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

 

 

O jardim de Aline

Aline é uma sereia que tem as cores vibrantes das borboletas, o riso suave de uma Elfa, a alegria de um hobbit e a feminilidade de uma fada. É um ser literário que anda pelas ruas de São Paulo, caçando mares para mergulhar e histórias pra contar.

É rosa predominante, mas azul vibrante. Sua mente tem todos os tons de azul e sua fala é vermelha, forte, verdadeira mas com tons de branco, pois paz é o que transmite.

Ela ri em arco íris e por onde passa deixa flores. Para um ser tão doce, só um jardim de papel seria um ativismo tão verdadeiro, a favor da vida, da natureza, do ser sem medo de ser.

 

IMG_4248

IMG_4226

IMG_4228

IMG_4230

IMG_4232

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

 

 

Venha conhecer a Casa de Santos Dumont

Hoje é aniversário de uma das pessoas mais incríveis da minha vida. Aí eu pensei em homenageá-lo e entregar essas fotos de uma viagem que estou devendo desde abril do ano passado: porquê sim! rs

Tio Pedro é aquele cara com cede de cultura e mil histórias na bagagem de mão. Busca sempre coisas novas para ampliar sua visão de mundo. É aquele tipo de pessoa que se começa a falar, a gente só quer ouvir, ou fazer perguntas para ouvir mais.

Em abril do ano passado, depois de anos longe, eu e meu irmão reencontramos o Pedro lá no Rio de Janeiro. Aí foram dois dias andando, conhecendo, conversando e matando a saudade. Uma das nossas paradas foi a cidade de Petrópolis onde visitamos a Casa Museu de Santos Dumont.

Aqui está para você, querido leitor, a casa do criador do 14 Bis. Siga pelas fotos e note a simplicidade e beleza.

20150412-20150412-IMG_3001
20150412-20150412-IMG_2983
Dá um frio na barriga subir as escadas. A vista de fora é maravilhosa.

A casa tem poucos cômodos. Foi projetada toda por ele e todos os espaços foram pensados para viver bem com pouco, e espaço de sobra para ele trabalhar em seus inúmeros projetos.

20150412-20150412-IMG_2986

 

 O acesso ao cômodo de cima vem da parte de fora, mais uma vez um friozinho na barriga de passar por esta pequena ponte para chegar até ao quarto e o banheiro.

20150412-20150412-IMG_3000

20150412-20150412-IMG_2988

Eu queria subir ali, mas não era permitido, tinha um portão indicando isso. Imagine só numa noite de lua cheia, sentar ali em cima, ao lado das estrelas. Quanta inspiração e paz! Já anotei que preciso ter isso na minha casa!

 

Essas pinturas maravilhosas ao lado da sala de projeção do filme sobre a vida de Santos Dumont.

20150412-20150412-IMG_3012

Hora de ir embora…:/ Olha essa escada e esse jardim! Muito amor né?! Que delícia conhecer mais um pouquinho da história de grandes nomes do nosso país. Esse sabor de que o 14Bis é o primeiro, fica na boca do Brasileiro sim. E é muito orgulho nosso. Aliás, a abertura das Olimpíadas, fez um trabalho incrível em homenagear Santos Dumont!

E claro, feliz aniversário, Tio Pedro! Obrigada por esta linda viagem! Obrigada por tudo!

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

Mãe, desenhei na Nutella!

Gente! Estou vivendo a minha arte! rs É isso mesmo. Eu li um ebook do Gabriel Goffi sobre ter um melhor desempenho nas coisas, e mudou minha visão e minha ação diária. Anotei três importantes pontos do ebook para pensar diariamente:

Viver a própria arte
Visão com ação
Visão/Meta/objetivo

Aí cheguei a conclusão que por mais que o dia esteja cheio, cabeça doendo, corpo cansado, eu tenho que fazer algo rumo aos meus objetivos. Se eu for esperar eu achar um tempo para fazer as coisas que amo, eu deixo de fazer, porquê diariamente as desculpas são muito criativas e nada construtivas.

Então pra fazer cada dia valer a pena, e dar um passo a mais rumo ao que eu desejo, estou desenhando, escrevendo e planejando diariamente. Aí o Paper is NOT the limit que é um dos meus projetos a longo prazo, está fazendo parte dos meus dias.

Hoje comprei Nutella porque sim, Aí aproveitei para desenhar nela com espátula e sentir leveza de fazer o desenho numa superfície tão cremosa. Também apliquei o desenho no prato e senti ainda mais a deliciosa cremosidade da Nutella para aplicar em superfícies. E claro, saboreei com paçoquita. Cara! Você tem que experimentar isso. É uma combinação explosiva de deliciosa.

A mensagem de hoje é: Um dia após o outro sim, mas uma luta por dia para alcançar seu objetivo. Muita força de vontade pra você e muito sucesso!

Baixe o ebook do Gabriel aqui: 9 passos para viver em alta performance

13932155_10207104460665670_1026601104_o
Uma pausa para esse rótulo da Nutella em homenagem ao Time Brasil nas Olimpíadas Rio 2016!

O projeto Paper is NOT the limit consiste em produzir o mesmo desenho com técnicas e materiais variados e alternativos, na busca por criatividade e aperfeiçoamento artístico.

Confira mais obras do projeto: Paper is NOT the limit

 

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

Eu Sou Time Brasil

Já é sexta-feira?! Estou louca pra ver a abertura dos jogos! Também muito feliz de compartilhar essa ilustração com vocês. Estou acompanhando as Olimpíadas há um tempo e quero desenvolver arte durante esse tempo de jogos em nosso país, então prepare-se que esse é apenas o primeiro desenho que vou trazer para vocês!

Estava um pouco em dúvida em como representar a abertura dos Jogos Olímpicos, aí conversando com uns amigos , tive a dica de desenhar o símbolo ícone. Aí eu pensei nos projetos que tenho aqui e uni o Todo El Mundo a esta ilustração.

Cada círculo eu pintei com uma tinta diferente: tinta pra rosto, tinta acrílica, tinta para tecido e por aí vai. Queria sentir como elas se comportam juntas, por isso você pode notar que umas ficaram mais homogêneas e as outras espirraram dizendo “quero mais pedaço papel!”. Eu gostei do resultado. O que achou?

E eu quero deixar uma mensagem simples aqui: Pelos nossos atletas que lutaram tanto para estar nas Olimpíadas, pelos refugiados que conseguiram estar aqui com dificuldades inimagináveis, por atletas do mundo inteiro que lutaram e treinaram para superar os limites e alcançar voos maiores, eu declaro que apoio as Olimpíadas sim!  Qualquer pessoa corajosa o bastante para lutar pelo que acredita, merece apoio e torcida!

20160803-13682599_10207074703681764_1590084556_o
Brasil recebe Olimpíadas 2016
20160803-13898408_10207074703481759_1359006727_o
O significado do símbolo das Olimpíadas

Confira mais desenhos: tavaresjessica.tumblr.com

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

Estranho Mundo de Jessica

Você conhece o Jack? Do filme Estranho Mundo de Jack, criado e dirigido por Tim Burton! Diz que conhece, please?! Se não, pára tudo! Assiste ao filme e depois a gente conversa. Pra quem conhece, O que você acha da história?

Ah! Olha ele aqui…

jack

Bom, eu quero mesmo é falar do Tim Burton, mas fique com o Jack na cabeça. Esse ano o Museu de Imagem e de Som de São Paulo, recebeu a mega exposição do Tim Burton. Eu consegui ir de última hora, numa correria louca para comprar os ingressos, porquê a Nine me deu um toque e nós conseguimos ir juntas.

Eu tive uma tremedeira na hora de entrar para a exposição. Estava me sentindo tão realizada de poder estar lá, e ver de perto o trabalho de um dos artistas que mais admiro. As lágrimas vieram até meus olhos sim, não caíram até na metade da caminhada, aí depois não teve jeito. Fiquei muito encantada com a mente de Tim, todo o processo criativo e de produção. Cadernos de desenhos da infância e a visão de mundo diferenciada. A minha admiração só aumentou e saí de lá muito inspirada a criar algo.

Na entrada do MIS ouvia-se um barulho estranho, parecia que algo estava batendo. Subimos a escada ansiosas a procura de entender o barulho. Chegamos numa sala escura e lá estava as várias expressões de Jack (Ah! O Jack!). Difícil explicar a mecânica da engenhoca, mas era um espaço circular que rodava as cabeças de Jack, cada uma com uma expressão, aí você observava por um lugar específico e tinha-se a impressão do Jack estar vivo na sua frente. Simples e incrível!

Não tirei isso da cabeça durante um bom tempo. Um dia estava enrolando um papel na mão, para tirar ansiedade não sei do quê! Então eu desenvolvi o conceito rapidamente. Usando o material que eu tinha disponível, com base das cores que Tim Burton usou e pensando nas caretas que ví lá na exposição.

13334567_10206669045140554_1178077827_o

O espiral foi meu ponto base para a produção das caretas, e note que todos foram feitos da mesma maneira mas só a posição em que foram colados, mudam a expressão da careta. Legal né?!

Fiz a pintura com caneta de desenho apenas para dar o tom de mistério, não deixando o papel enrolado, todo branco. As referências todas do trabalho do Tim Burton. Desde os elementos, formatos até as paletas de cores.

Nunca tinha produzido algo desta maneira, inspirado no trabalho de outro. Tinha um pouco de preconceito na verdade. Mas o que aconteceu nisso foi a limitação que eu me dei em trabalhar em um formato diferente, e a libertação que encontrei ao tentar ver por um outro ponto de vista. Valeu muito a pena.

O que achou? Gostou do resultado? Comenta aí!

Confira mais desenhos: tavaresjessica.tumblr.com

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

Esquadrilha da fumaça

A música alta nem deixava o som de fora entrar

Só o vento parecia dizer que existia algo lá fora.

Artur, menino apaixonado por avião, não poderia deixar isso passar.

Ouvir barulho nos céus e correu para a janela.

Sabia que tinha uma oportunidade no ar.

Aqui! Aqui! Gritou extasiado.

Corremos por cima do colchão e lá estava.

Rastro de um lado, Esquadrilha da Fumaça do outro.

Ficamos na janela assistindo ao espetáculo,

Até barulho de avião não mais existir

Artur, menino apaixonado por avião, não poderia deixar isso passar.

13840417_10207026271830998_744549221_o

13646735_10207026271790997_486134528_o

13833190_10207026271710995_181866715_o

13835938_10207026271870999_840763602_o

13838461_10207026271670994_93650269_o

13844099_10207026271750996_50656144_o