Surpresas acontecem quando o telefone toca

Sabe quando você espera tanto por algo, e quando acontece você nem acredita?

Foi assim que me senti quando no telefone o Williaan com a voz entre lágrimas e risos disse:
— Jé, minha filha nasceu!
Eu quase não consegui parabenizá-lo por ter sido tomada de uma alegria sem tamanho, que também só as lágrimas conseguiram dizer.

Corre aqui, corre ali. Separa as roupinhas da bebê. Organiza tudo para a mamãe. E saímos eu e a mãe do Williaan, pela rua, felizes e ansiosas pra ver a nossa garotinha. A ansiedade era tão grande que ao chegar no hospital, os corredores mais pareciam labirintos. Quando chegamos na porta do quarto 130, nos entreolhamos, respirei fundo e abri a porta.

Lá estava ela, no colo de sua outra avó. Pequenina, doce, linda. Incrivelmente linda. Me emocionei. Esperei tanto para vê-la e lá estava ela. Saudável. Fazendo todos a volta sorrirem e chorarem de alegria. Como um pinguinho de gente pode fazer tanta gente feliz, não é mesmo?

Segurei ela no colo com receio de que não ficaria comigo. Ela chorou um pouco, se acalmou e dormiu. Sorri entre lágrimas e agradeci a Deus pela sua vida. Ela veio pra trazer a alegria, disso eu não tenho dúvida. Mas ela também nasceu pra ser feliz. E sei… que amada ela já é, por mim e por muitos.

Quando fui coloca-la no colo de sua avó, tive a certeza de que ela puxou para os pais, Willian e Cláudia. Aprendeu a trollar a tia desde o primeiro dia. Sim. Ela fez xixi em mim!

Mas e daí?! Não importa o que aconteça. Eu amo essa família!

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s