Vivendo no limite

“As pessoas tem mania de falar: “Esse mundo está errado!”. O mundo não está errado. Quem está errado são as pessoas. O prédio não vai sair da esquerda e ir pra direita, aquele é o lugar dele. A entrada da casa não vai mudar para a saída da casa. Ela é a entrada! As pessoas sim estão erradas, não fazem por onde, culpam Deus e as coisas.” Disse o taxista enquanto dirigia bêbado.

O resto da conversa,  não me arrisco a reproduzir. O efeito do álcool produziu um discurso proibido para pudores. A frase acima, ecoou na minha cabeça até eu pegar um pedaço de papel e desenhar as palavras. Cheguei ao meu destino inteira, mas me senti diferente depois que fechei a porta do carro. Nós humanos, somos tão rápidos em julgar. Tão lentos em auto analisar.

Jéssica Tavares

Anúncios

2 comentários sobre “Vivendo no limite

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s