Uma mensagem à Seleção Brasileira

Screen shot 2014-07-02 at 10.22.41 PM

O olho estava colado na tela. O ouvido, por mais atento que queria estar, transmitia o silêncio em meio há tanto barulho. O coração não estava mais alí. Na sala, se via os corpos em pé, estáticos. Ao mesmo tempo que transmitiam tanta emoção, eles não estavam alí. Não conseguia entender o que o capitão murmurava em forma de prece, os corpos diante da tela, diziam amém. Concordavam com o pedido do capitão desolado.

É preciso muito humildade e coragem, ser o capitão e pedir ajuda. Só as pessoas mais fortes sabem recuar e reconhecer que precisam do outro. Aquela imagem de Thiago sentado à bola orando, eu saí de mim e voltei num tempo onde a felicidade era achar moedas perdidas pela casa, para comprar uma paçoca para dividir para pai, irmã e eu. Foi nesse tempo que a Fifa anunciou que Brasil seria país sede, e num palpite esperançoso meu pai disse: “Se a gente juntar R$2,00 por dia a partir do ano que vem, a gente consegue ir junto com a família, assistir a um jogo”.
Voltei para o jogo e gritei dentro da minha cabeça para o capitão da seleção brasileira ouvir. “Esse não é o seu sonho, é o nosso sonho!” Ver os caras que são considerados melhores do mundo no que fazem, se entregar à emoção. Parar. Orar. Foi a maior lição de superação que eu ví acontecer em segundos. A fé foi maior que o medo, e eles entenderam a precisão de um do outro. E eu só gostaria de dizer aos jogadores, nós precisamos de vocês!

Precisamos que vocês saibam que não estamos fora do campo apenas gritando e vendo a bola rolar. Nós somos cada passo que vocês dão em direção à bola, somos o companheiro ao lado esperando por um passe. Somos o chute a gol. As mãos do goleiro. Não estamos contra, nem a favor. Muito menos observando do lado de fora. O talento é seu, isso a gente não vai negar. O mérito disso tudo também. Mas nós estamos juntos. Somos UM! O seu sonho de chegar até aí e ir adiante, é nosso sonho também.

Quando o meu pai, fez o pacto dos 2 reais por dia para conseguir assistir a um jogo, ele estava tentando unir a família num momento desesperado, a fim de nos fazer dar as mãos. Nos tornar a mesma pessoa, em busca de um mesmo propósito. Espero alguém ter feito a pesquisa, mas segundos antes dos pênaltis; São Paulo, Brasil, o mundo, nunca esteve tão em silêncio. Não estávamos à expectativa de alguém errar ou acertar. Estávamos nos concentrando e preparando para chutar e defender junto.

História não se faz em cima de história. Robôs divulgam nas belas capas, de imagens bem fotografadas, um porquê e um quê de quem foi programado para deixar de sentir e escrever sem coração. Brasil é sentir à flor da pele. É gritar. Chorar. Colocar a emoção para fora, para poder se sentir mais forte. Ser mais forte. Ser! Fazer! Quem diz que chorar diante do mundo é fraqueza, não sabe o que é torcer e lutar com a alma de quem vive para amar o que faz.

Gigante pela própria natureza
O teu futuro espelha a tua grandeza
Oh Seleção amada!

Jéssica Tavares - assinatura

Anúncios

2 comentários sobre “Uma mensagem à Seleção Brasileira

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s