Uma oportunidade a menos

Tenho a impressão que já escrevi sobre procrastinação. Não estou certa. Ou se apenas pensei em escrever sobre o assunto. Enfim… eu sempre lutei para conseguir coisas diferente do que eu já tenho. A rotina é uma coisa que me incomoda, então eu busco coisas novas para não chegar ao tédio.

Fazendo uma retrospectiva, eu acho que aproveitava meu tempo melhor quando ainda mais nova. Eu passeava pelas prateleiras da biblioteca da escola, quando chegava em casa, devora os livros e não levantava da cama até ter lido o livro pela metade ou inteiro.

Eu consegui chamar a atenção de uma marca de São Paulo para os meus desenhos. Acho que isso aconteceu de 2013 para 2014. Não lembro ao certo. Mas ele queriam mesmo apostar em uma parceria e produzir algo marca-artista. Me empolguei, aceitei o desafio, recebi as peças pelo correio para fazer testes e bom… o tempo passou.

“Você não consegue terminar as coisas que começa!”. Se você ouvir isso de uma pessoa que mal lhe conhece, você ignora. Se você ouve isso da pessoa que mais lhe conhece. Bom… é difícil. Por mais que você tenta mostrar que não se importa. Esse comentário penetra os tímpanos e vai furando o caminho. Passa pela garganta e a deixa seca. Vai até o estômago, lhe dá um soco. Meneia o coração até você ter forças para puxá-lo para o cérebro e fazer a verdadeira leitura. – Essa crítica é válida ou eu jogo fora? Então o processo de auto avaliação parte daí.

Fui para a casa do meu pai e levei as peças para desenhar. Comprei o material. Empolgação me movia. Assisti alguns filmes para tentar pensar numa inspiração. Rabisquei  bastante. Produzi as patterns. Desenvolvi o conceito. Ufa! Tudo parecia pronto. Exceto que as visitas chegaram, eu não desenhei o restante e as peças foram para uma caixa. E a caixa foi para o esquecimento. O tempo passou e a Jessica não terminou e não enviou os resultados.

Acho que eu realmente tive dificuldade em finalizar várias tarefas. Eu queria fazer parte de tudo. Desenvolver mil projetos. E eles ficaram assim… no nada. De caixa em caixa. E mais uma oportunidade foi embora. Demorei para me declarar uma procrastinadora profissional. Tornei o meu cérebro lazy, por pura vontade de procurar resultados a curto prazo.

As coisas mudaram. Me desfiz de projetos. Pratiquei um desapego que jamais pensei que seria possível. Transformei a procrastinação em horas produtivas e mudei o rumo da minha própria história. Parece que eu tive que reprogramar meu cérebro pra ele entender que não mais poderia mandar sinais de desculpas. Acho que isso sempre vai acontecer mas eu aprendi a importância de criar hábitos. Hábito não é rotina, desde que você desenvolva para obter maior qualidade de vida.

Bom… deixo para vocês o resultado de um dos meus trabalhos que não chegaram ao fim. E de alguma forma, teve influência em mudanças positivas na minha vida.

jessica tavares - retalho da vida - leaf - leaf óculos

jessica tavares - retalho da vida - leaf - leaf óculos

jessica tavares - retalho da vida - leaf - leaf óculos

jessica tavares - retalho da vida - leaf - leaf óculos

jessica tavares - retalho da vida - leaf - leaf óculos

jessica tavares - retalho da vida - leaf - leaf óculos

jessica tavares - retalho da vida - leaf - leaf óculos

As imagens contidas nesse blog são todas produzidas por Jessica Tavares. Do contrário será creditada. Se usar alguma dessas imagens, por favor, dê os devidos créditos.
Anúncios

2 comentários sobre “Uma oportunidade a menos

  1. Com o tempo nós aprendemos né? Eu também preciso criar o hábito de terminar as coisas. Comprei material para fazer aquarela, fiz uma três e só, Comprei material para bordado e até hoje não terminei nada :/ Fico falando que ma falta tempo, mas na verdade me falta criar tempo para essas atividades que gostaria de fazer. A vida é feita de escolhas. Adorei o blog!! Abraços, Himmel ❤

    • É sim, Himmel!
      Pelo que percebi a senhorita tem uma veia criativa. Desenvolva isso. Aos poucos sabe? Um pontinho por dia, e no final do mês a sua peça está bordada.
      Obrigada pela visita. E logo quero ver resultado de suas aventuranças pela aquarela.

      Abraço!

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s