Quando as cores te chamam

Ela disse, ‘- Meu lugar é nas montanhas!’. Seu coração ardia pelo verde em abundância, o marrom palpável e o azul sem fim.

Chuva nenhuma apagou o fogo que a chamava para longe. Seu anseio não a impedia de viver. Apenas a chamava para algo que ainda não sabia, mas ardia, ardia.

Quando seus pés voltaram ao lugar da infância, verde, marrom e azul se encontraram. Não mais lembrava, mas seu lugar era sim nas montanhas. Ela nasceu de lá. Entre morros verdes e marrom, onde o topo só se via azul. Seu início era montanha, sua essência é montanha.

É frio onde ela está, rocha são os seus pés. Quente o coração e cores, ah! As cores brotam de suas mãos!

Peça: Caneca Mountain

Projeto: Paper is NOT the Limit

 

jessica tavares - paper is NOT the limit

jessica tavares - paper is NOT the limit

jessica tavares - paper is NOT the limit

jessica tavares - paper is NOT the limit

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s