A maquete

Ano passado eu participei de um curso de Cenografia de Eventos no Instituto do Design. O curso é bem abrangente e usa como base a criatividade. Eu me apaixonei pela professora já de cara, ela tinha um sorriso ao falar da profissão dela. Quantas pessoas que você conheceu que conseguem fazer isso?

O curso era na área de eventos e eu atuando na área de marketing e publicidade. O conteúdo foi tão rico que me inspirou a desenvolver um trabalho para um cliente. Além disso, trouxe referências para a minha vida de que a criatividade é muito mais poderosa e ampla do que eu poderia conseguir imaginar.

Uma das primeiras tarefas do curso consistiu em criar uma maquete a partir de um texto. Isso para começo de conversa, é extremamente poético, segundo, é uma força para o seu cérebro de tirar algo do papel e transformá-lo em uma interpretação palpável.

Eu confesso que não fiz a maquete. Estava tão atarefada com o trabalho que não arrumei tempo para isso. Fiquei chateada, mas fui à aula mesmo assim. Chegando lá eu fiquei encantada com a criatividade da turma em produzir maquetes tão diferentes umas das outras mas que levavam a mesma mensagem. Uma em especial roubou meu coração assim que eu bati o olho.

  – Nossa! Que linda sua maquete! Como você chegou à conclusão de produzir isso?

  – Ah! Eu acho que é a forma que eu interpretei mesmo. O fato do texto falar em subir as escadas, eu trabalhei com elementos que elevassem o ambiente.

No final da aula eu dei o bote:

  – Então… o que você vai fazer com sua maquete? – Vou deixá-la em casa e depois de um tempo jogar fora. – Puxa que pena! …    …  Sabe o que é?! A sua maquete combina muito com minha técnica de desenho, e desde de que eu a vi, senti vontade de completá-la desenhando.

  – Ah que legal…

  – Então… dá ela pra mim?

Olha! Ele ficou receoso, eu tive que falar um pouco mais do meu trabalho e de como eu ia cuidar da maquete com todo o carinho do mundo. Ele cedeu por fim e eu fui para casa, literalmente pulando de alegria. Por mim, eu nem trabalharia no dia seguinte para poder ficar desenhando nela. Mas essa não é minha realidade… ainda!

Depois de uns dias apenas que eu consegui parar pra fazer o desenho. Com todo o carinho e cuidado do mundo, eu completei a maquete como parte do projeto Paper is NOT the limit.Confira e dê sua opinião sobre o resultado.

E ah! Sempre ouse quando quer alcançar algo. Se eu não perguntasse, não consegueria. Pergunte, questione, caminhe, vá atrás do que acredita e deseja. Lute por você!

20150712-IMG_4161

20150712-IMG_4163

20150712-IMG_4168

20150712-IMG_4167-2

20150712-IMG_4166

20150712-IMG_4165

Obrigada a toda a equipe do Instituto do Design pela inspiração!

O projeto Paper is NOT the limit consiste em produzir o mesmo desenho com técnicas e materiais variados e alternativos, na busca por criatividade e aperfeiçoamento artístico.

Confira mais obras do projeto: Paper is NOT the limit

Anúncios

2 comentários sobre “A maquete

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s