Eu prefiro praia no inverno

Em setembro de 2014 eu saí de SP e fui visitar o meu pai no Espírito Santo. Em Anchieta fazia um frio gostoso e uma chuvinha constante. Eu já havia experimentado essa temperatura por lá alguns meses atrás. Um café da tarde bem preparado e o mar como vista infinita para o dia.

Caminhei nas pedras com um cobertor nas costas, o frio não era de matar, mas o vento com as gotículas de água, causavam arrepios de frio. Uma sensação muito gostosa, diga-se de passagem.

O barulho do mar nas pedras era nossa música, não tinha motivos para pedir mais da vida do que aquele momento. Minhas coisas prediletas num só lugar.

Descobri que o motivo de tanto bem estar não era o café nem o frio, que são minhas paixões escancaradas. Era o azul, o verde, a mistura de cores. Os sabores, a dança e o barulho, e tudo o que o mar proporciona. Descobri que sentia saudades da água batendo, da água respingando, de apenas sentar e observar.

Aí eu descobri que não prefiro a praia no inverno, eu quero o mar em todas as estações.

13106601_10206500730292788_578654254_o

13128911_10206500729852777_1678969815_o

13148215_10206500731132809_1669394374_o

13161228_10206500730732799_770111254_o

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s