Desenho do dia: Flores no cabelo #paperisnotthelimit

No aniversário do meu pai preparamos uma surpresa para ele, então minha irmã Thais, levou lindas flores para compor a mesa. – Eu e minha sogra colhemos lá na roça. Ela nos contou feliz. Eu fiquei tão encantada com a ideia de ter um jardim em que pudesse colher flores sempre que quiser. Até sonhei por alguns segundos em ter uma casa no campo.

Dois dias se passaram desde a festa, e eu queria secar as flores para torná-las arte mais tarde. Lembrei da história das flores e chamei Thaís para deixar eu fazer arte em seus lindos cabelos negros.

Doce que ela é, topou na hora! O Nicolas, meu sobrinho e filho dela, queria desenhar também mas ele ficou com uma parte importante do trabalho: desarrumar tudo. rsrs Ele se divertiu fazendo isso, então acho que todos saíram satisfeitos, certo?!

img_8900

20161228-img_8907

20161228-img_8908

20161228-img_8904

20161228-img_8921

Titia Jessica faz arte no cabelo da mamãe, e é o Nicolas que ajuda a limpar. rs 😉

O projeto Paper is NOT the limit consiste em produzir o mesmo desenho com técnicas e materiais variados e alternativos na busca por criatividade e aperfeiçoamento artístico.

Confira mais obras do projeto: Paper is NOT the limit

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

Papel não é limite em lego

Essa semana o Paper is NOT the limit será bem diferente. Saí de casa com minhas amigas, Kris e Rê, com o intuito de ver a exposição do Nathan Sawaya. Intitulada The Art of The Brick, a exposição traz um trabalho todo feito em lego, peças gigantescas, em 3D e 2D, retratando as mais diferentes expressões humanas.

Nathan também apresenta suas obras com textos autorais, nos quais complementa a interpretação da obra, e nos leva ao momento em que produziu as obras, o que sentia, o que pensava e qual seu objetivo. Uma imersão em Lego!

Tanto imerso que ficamos, que ao final da exposição existe uma mesa gigantesca com peças de lego dos mais variados tamanhos e modelos, com o objetivo de interação livre por parte dos visitantes. Minha mão logo coçou para produzir algo.

Resolvi tornar essa visita, parte do meu projeto de descobertas e estudos de técnicas e logo produzi objetos geométricos com a ajuda das mãos da Kris para ser meu canvas, e as mãos da Rê para documentar tudo.

Processed with VSCO with c1 presetProcessed with VSCO with hb2 preset

Obrigada meninas pela ajuda, parceria e amizade! E obrigada Nathan pela inspiração, e por realizar um trabalho tão belo e único!

O projeto Paper is NOT the limit consiste em produzir o mesmo desenho com técnicas e materiais variados e alternativos, na busca por criatividade e aperfeiçoamento artístico.

Confira mais obras do projeto: Paper is NOT the limit

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

Incerteza Viva

Um dia o pote de tinta acabou e só gotas restavam ao fundo. Curiosa para testar o efeito da tinta da impressora em um papel de desenho, se jogou pensando na imensidão do universo e na pequenez, porém milagre do nascimento.

Foi de A a Z em segundos e viu através das gotas no fim do pote, que o universo somos cada um de nós. O nascer é o próprio mover infinito e único do universo, quando gritamos os primeiros sons ao encontrar o mundo.

Notou que precisava parar de se colocar tão pequena e aprumar as costas na cadeira, respirar fundo, e dizer – Eu posso!, é o primeiro caminho para conseguir o que se deseja.

14957981_10207786901886274_1166871246_o14958987_10207786901846273_1089337264_o14963478_10207786902006277_1041222886_o14964119_10207786924006827_1510615881_o15007931_10207786902046278_1231831839_o

 

Confira mais desenhos: tavaresjessica.tumblr.com

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

#Judith em día de los muertos

 Já faz um tempo que estou querendo pintar uma caveira, aí conversa vai, conversa vem, um casal de amigos meus me disponibilizaram a #Judith. Depois de alguns dias de planejamento, eu comecei a preparar a Judith para o dia de los muertos.

Me inspirei no filme Festa no Céu de Guillermo del Toro. As referências de cores, tirei todas do filme e concluí com um toque meu. Para deixa ainda mais minha assinatura em evidência, eu apliquei a textura que uso nos meus desenhos, com uma caneta parecida com aquarela e deixei bem suave, como se fosse uma marca d’água.

Para conhecer a simpatia da Judith, acesse ao vídeo no canal 360 dias criativos. Clique aqui para assistir.

20161031-img_7824

Confira mais desenhos: tavaresjessica.tumblr.com

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

Eu quero morar na escola de arte

Foi uma imagem no Instagram que chamou a minha e a atenção da Stephanie, para uma degustação de um curso de aquarela. Mas foi no email que a Guara Estúdio nos pegou pelo coração. Um atendimento totalmente personalizado e muito bem feito. Aí surgiu a dúvida de qual tinta comprar e a Steph entrou em contato com o professor Zuri, que foi muito bem receptivo e deu várias dicas por telefone, para ajudá-la a resolver.

Fomos para o curso  preparadas de material na mão. De cara fomos recebidos pelo Lincoln, pessoa good vibe que respondia nossos emails. No intervalo da primeira aula, encontramos com o professor Zuri e já colamos nele para conversar sobre aquarela. Encontramos as pessoas que nos atenderam tão bem e pessoalmente não foi diferente.

A escola fica numa casa lindinha que só dá vontade de viver lá dentro de tão maravilhosa e personalizada para ser um ambiente criativo. Até a cozinha e os banheiros são fofos demais e aconchegantes. Já chegou em algum lugar que você simplesmente pertence a ele?! Foi assim que eu e a Steph nos sentimos. ❤

Fizemos a oficina de criatividade e aquarela e aprovamos muito o método da escola. Bem interativa, muitaa prática, e muitas pessoas bacanas para aumentar o círculo de amizade de apaixonados por criar.

Esse post não é patrocinado, eu estou contando isso pra vocês porquê a escola é realmente boa e nos trouxe ótimas experiências. E queria aproveitar para dizer para você dar uma olhadinha no site da escola e conhecer os cursos que ela oferece. E ah! Sempre tem degustação por lá. Onde você faz uma oficina gratuita e conhece os cursos, o método, os professores e a casinha que dá vontade de morar pra sempre. E eu vou te contar um segredo, faz de conta que não falei nada, mas eles oferecerem uns cafés maneiros lá ein?! haha ps: Lincoln, obrigada pelos pães de queijo!

site da escola: www.guaraestudio.com.br

Confira aqui umas fotos da oficina que participamos:

20160731-img_7260

Uma pausa para olhar a parede do banheiro da escola

20160731-img_7271

Minha primeira pintura em aquarela

 

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

360 dias criativos

Eu fiz teatro na infância, desenvolvi meu amor pelos palcos muito cedo. Aí cresci e resolvi fazer jornalismo, e de lá pra cá todo mundo acha que eu devo ir para a TV. Até participei de umas propagandas, fiz parte de uma cia profissional de teatro, mas as aulas de TV eram boring demais para a minha cabeça.

O tempo passou e eu comecei a desenhar, as pessoas então começaram a pedir vídeos dos meus desenhos. Vem ano, vai ano e sempre ouço alguém me relacionando com vídeo. Até eu cogitar a possibilidade, demorei um pouco. Aí eu fiquei flertando com vídeos no youtube mas me faltava coragem na verdade.

No começo desse ano eu defini algumas metas, e montei o roteiro para um projeto de um curso online de criatividade, gravei uns vídeos o os coloquei na gaveta. Eu estava com um sério problema de: “Socorro! Isso pode dar muito certo ou muito errado.”. Eu não cogitei outras possibilidades.

A verdade é que eu tive que passar por um processo de transformação interna até ter coragem de fazer algumas coisas, inclusive os vídeos. Aí na semana passada eu tive um acesso e disse pra mim mesma que colocaria o canal no ar, depois de tanta procastinação, saiu do papel o 360 dias criativos. Passou uma semana de edição, dúvida, ansiedade, animação e felicidade e eu coloquei o canal no ar.

20160907-2016-09-07-11-20-39

20160907-2016-09-07-15-50-43

20160910-img_7327

O desenho é autoral e fiz com a técnica aquarela.

Bom, aqui está o processo de criação do logo, que repercute coisas que amo e projetos futuros.  Se você está em busca da sua criatividade ou encontrar gatilhos para encontrar a própria criatividade, o 360 dias criativos, chegou para ajudar você! Acomode-se na sua cadeira, faça login no seu YouTube e seja bem vindo ao 360 dias criativos! http://migre.me/uYPfL

video-0-360-dias-criativos

Aguardo vocês para acompanhar o canal, se inscrever e participar! Super abraço!

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

Desenhando com esmalte

Um dia no meio da estante tinha muitos esmaltes vencidos e a o objetivo de ir direto para o lixo. Aí vem aquele pensamento da Jessica: “O que será que posso transformar isso antes de chegar a conclusão de que merece ir para o lixo?”

Os esmaltes ficaram guardados até eu conseguir colocar a casa em ordem. Depois, num momento de respirar o ar de casa limpa e um dia inteiro pela frente, lembrei que tinha praticamente uma coleção de palitos dentro de casa. De imediato fiz o teste de usar o palito com pincel e reaproveitar os esmaltes.

A textura é diferente, nada homogênea, e o resultado é uma pintura em alto relevo. Bem simples e fácil de fazer, e gostei mais de trabalhar com esmalte vencido do que ele bem líquido. rs

20140827-20140827-img_992920140827-20140827-img_993020140827-20140827-img_993320140827-20140827-img_993820140827-20140827-img_9936

O projeto Paper is NOT the limit consiste em produzir o mesmo desenho com técnicas e materiais variados e alternativos, na busca por criatividade e aperfeiçoamento artístico.

Confira mais obras do projeto: Paper is NOT the limit

 

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

Desenho na folha

No Paper is NOT the limit dessa vez eu desenhei em uma folha seca. Ganhei de uma amiga enquanto caminhávamos na rua. Não consegui simplesmente guardar a folho dentro de um livro, queria torná-la algo mais e colocá-la em uma parede para ter um pouco de natureza dentro do meu quarto.

Também lembrei do meu primeiro trabalho de fotografia na escola, onde o objetivo era fotografar uma coisa criada por Deus junto com algo criado pelo homem. Minha felicidade em poder fazer uma pequena intervenção em uma obra de Deus, quando a folha já tinha completado o seu ciclo de vida. E para agradecer também à beleza da natureza e o maravilhoso ciclo da vida.

Não ser imortal nos dá a esperança de buscar ser melhor a cada dia. Buscar melhores resultados e também, deixar uma marca neste mundo!

 

 

O projeto Paper is NOT the limit consiste em produzir o mesmo desenho com técnicas e materiais variados e alternativos, na busca por criatividade e aperfeiçoamento artístico.

Confira mais obras do projeto: Paper is NOT the limit

 

Jessica Tavares
Instagram. Facebook. Twitter.

Timeline da vida é escrita por músicas

Desde que me conheço por gente estou sendo movida à música. As músicas que a minha mãe cantava enquanto dançava pela casa. O primeiro dia de aula na escolinha a professora nos ensinou uma música para sentir à vontade com os novo coleguinhas. Backstreet boys que ilustra a minha vida desde 2005. A música que me fazia pensar no primeiro amor. O rádio ligado em casa e quando se via, eu, minha mãe, estávamos dançando pela casa.

As músicas das novelas, dos filmes, que de repente se tornavam parte da vida. Tinham também aquelas músicas que me lembravam da tristeza de ter minha mãe longe, chorava como se não houvesse o amanhã.

Toca fitas, toca discos, toca CD’s. Passei deliciosamente por todas essas fases. Ví a evolução da música, e isso eu sou muito grata. A energia do primeiro show. A realização de ver a banda predileta ao vivo. A banda desconhecida na rua que se torna a querida do dia a dia.

A música perfeita para o despertador. Aquela melodia que não importa o lugar, você sonha em parar e sair dançando. A música pra chuva, pra tristeza, para andar, para sonhar, para amar, para desejar. Cada sentimento tem um estilo de música que preciso ouvir.

Existem aquelas chatas também, chiclete, que grudam e por mais que você não gosta, você sai por aí cantando. Tem aquela música que você não gosta de jeito nenhum e quando o irmão briga, canta só pra te irritar. E tem a música que você canta para irritá-lo também. Tem aquela de despedida, que arrancaram as lágrimas. Também aquela música que te faz esquecer da vida e você só quer entrar na melodia de tal forma, que você sente que tem tudo o que necessita. Não precisa de mais nada.

Eu tenho vários desenhos inspirados em música. Ainda não compartilhei e decidi começar com esse aqui. A nova banda do Joe Jonas lançou uma música chiclete, gostosinha, que dá vontade de dançar. Daquelas músicas que você canta com os amigos, se diverte e aproveita a noite. E ela também é sugestiva, aí vai da interpretação de cada um né?! Ah! É o tipo da música pra marcar o verão. Acontece que um dia eu meio que surtei e decidi fazer uma foto para ilustrar o nome da música: Cake by the Ocean – Bolo perto do oceano. Mentira, foi uma desculpa pra comer um pedaço de bolo da Vanini Doces, feat pratinho da dona Sônia. <3.

Tenho certeza que você tem muita música na sua vida. Mas qual delas você colocaria em uma fotografia?

Assista ao vídeo e conheça a música: Cake by the Ocean

Processed with VSCOcam with p5 preset

Processed with VSCOcam with p5 preset

Confira mais desenhos: tavaresjessica.tumblr.com

 

Bandeiras na palma das mãos

Postei uma foto esses dias no instagram, comemorando que faltavam 30 dias para as Olimpíadas do Rio de Janeiro. Algumas pessoas ficaram interessadas em entender o que era que estava nas minhas mãos, estava difícil de decifrar que material que eram feita, então resolvi fazer esse post. eeeee o/

Em 2014, pouco antes da estréia da Copa do Mundo no nosso Brasil lindo, eu desenvolvi um projeto chamado Todo El Mundo; Esse projeto tem uma história e tanto que você ainda vai me ouvir falando dele pelos cotovelos.

Para esse projeto, eu usei a Copa do Mundo como um start e desenhei de várias formas as bandeiras dos países que vieram competir a Copa aqui. Nisso surgiu a ideia de fazer um painel com a bandeira dos países e como meu espaço era bem limitado, eu dividia um quarto com uma pessoa e desenvolvia meu trabalho lá dentro, eu comprei mini bolas de isopor e pintei com caneta Sharpie e o resultado foi esse.

E ah! Eu pintei as ‘duas faces’ da bolinha com a bandeira certinha, no final eu cortei com estilete e fiquei com duas bandeiras de cada país. Uma para cada parte do projeto.

Estou querendo desenhar as bandeiras dos países que vão participar dos jogos olímpicos. O que acha? E qual o formato eu posso fazer?

20140615-IMG_7465

20140615-IMG_7467

20140615-IMG_7464

20140616-IMG_7483